sábado, 23 de julho de 2016

Há festa na aldeia

Os meses de Julho e Agosto são a escolha  de quase todos os nossos emigrantes e conterrâneos para gozarem as suas merecidas Férias em Portugal muito especialmente nas localidades onde nasceram

É por isso também que as comissões de festas escolhem esta altura para levarem a efeito festas e eventos nas nossas aldeias
 começo pela divulgação das festas em louvor  a Nossa Senhora das Dores na minha terra natal que tem vindo de ano para ano a ter mais êxito muito pelo mérito de todos os mordomos que as têm realizado
Como podem verificar pelo cartaz da festa, os divertimentos não vão faltar, a juventude boguense tem vindo a dedicar se  a  este evento cada vez mais de ano para ano
Bogas de Baixo é uma localidade do concelho do Fundão, com 34,44 km² de área e + ou - 194 habitantes A sua densidade populacional é de 5,6 hab/km².
Foi sede de uma freguesia extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, para, em conjunto com Janeiro de Cima, formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Janeiro de Cima e Bogas de Baixo com a sede em Janeiro de Cima. Esperemos que este decreto venha a ser revogado e Bogas volte a ser a Freguesia próspera que foi durante milhares de anos


                                                       BOXINOS

Tambem na nossa vizinha aldeia de Boxinos se realizam no mesmo fim de semana as festas em honra de Nossa Senhora das Necessidades
Boxinos situa se no alto da Maúnça  vertente da serra da Gardunha e pertence á Freguesia de Bogas de Cima  concelho do Fundão
Uma pequena aldeia onde se respira ar  puro
Para  quem estiver interessado em saber mais sobre esta simpátuca aldeia  pode visitar a págima do Clube Boxinos


                                                                ENXABARDA

Ainda no mesmo fim de semana tambem terão lugar na aldeia de Enxabarda situada no sopé da serra da Gardunha paredes meias com a Santa Luzia  no Castelejo a cuja freguesia pertence
As festas em honra de Nossa Sra da Boa Viagem e Nossa Sra das Febres

Depois de Lavacolhos e seguindo o percurso pelas abas da Serra da Gardunha, chegamos á Enxabarda. Na estrada que liga Lavacolhos ao Fundão mesmo á entrada do Castelejo viramos á direita por uma estrada municipal e 4 kms  depois encontramos a Enxabarda.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Festa da melancia

Onde se crê que a melancia tenha começado a ser um fruto para uso doméstico, terá sido  na África central, onde a melancia é cultivada há mais de 5000 anos. 

No Egito e no oriente médio é cultivada há mais de 4000 anos. Na China a cultura foi introduzida por volta do século X, na Europa por volta do século XIII e na América no século XVI 
No século XIII terá começado a ser cultivada em Portugal e ao longo do tempo foi sendo expandido o seu cultivo por todo o Pais tornando se o Ladoeiro uma das regiões mais prósperas

E foi nesta belissima localidade Beirã situada na planicie  da Idanha que começou a ter lugar a FESTA DA MELANCIA, qie este ano vai na sua XII edição



O fim de semana mais refrescante deste verão apresenta muita animação, música popular, concursos temáticos e iguarias de fazer crescer água na boca.


O papel de “rainha” do Festival está entregue à irresistível Melancia do Ladoeiro, a mais doce, fresca e saborosa. O cartaz musical também é de luxo, com os cantores populares José Alberto Reis e Luizinho de Portugal e uma grande noite de fados com Ruca e Mara Pedro.
.








 Durante dois dias cheios de animação, com artistas de renome, atividades diversas e uma feira de artesanato com os reconhecidos e muito apreciados produtos do concelho..
Convidamo-lo a visitar o nosso Festival e prometemos. desde já, recebê-lo com um refrescante copo de sumo de Melancia e outras iguarias.

Summer 99.jpg

Já que eu não posso estar presente, aproveitem vocês e passem pelo Ladoeiro este fim de semana que não se vão arrepender


Ps: as imagens ~são dos Amigos do Ladoeiro