quinta-feira, 14 de abril de 2016

Alcaide--Festa em honra de S. Macário

É já no próximo fim-de-semana que se vai realizar, uma vez mais, a festa em honra de São Macário. É com agrado que o Alcaide recebe esta festa, pois é a mais importante e a que mais pessoas traz à Romaria. Santo padroeiro dos Surdos e dos Pasteleiros, a sua festa realiza-se três semanas após a Páscoa. Este ano, a festa será dia 24, 25 e 26 de Abril.



O ponto alto dos festejos será quando o Santo sair da capela, no domingo, pelas 12h00, rumo ao Cabeço de São Macário, onde a romaria terá toda a sua imponência religiosa. Mas pela noite de sábado, de domingo e de segunda, as festividades decorrerão na aldeia, mais própriamente no recinto da Liga dos Amigos do Alcaide (texto e foto dos Amigos do Alcaide)



No domingo de São Macário, a festa começa bem cedo, por volta das 7 da manhã, com uma banda que percorre as ruas, com um conjunto de tocadores de bombos e com a Alvorada, feita com o lançamento de foguetes. Ao meio dia faz-se a procissão desde uma capela que se situa na praça, onde os andores estão guardados, até à capela de São Macário que fica no alto do Monte de São Macário.



O maior acto de fé, é sem dúvida a procissão de domingo, quando os andores de Santa Teresinha,
Nossa Senhora das Necessidades, Mártir São Sebastião, São Pedro, Nossa Senhora de Fátima e São Macário, adornados com flores naturais, saem da capela do Mártir São Sebastião em direcção ao Cabeço de S. Macário para a celebração da Eucaristia.



O local da capela é um dos melhores miradouros entre a Serra da Gardunha e a Serra de Estrela dele pode apreciar-se toda a beleza da Cova da Beira e avistar um sem número de povoações. É um excelente local de lazer possuindo um parque infantil, barbecue, parque de merendas e uma fonte.




Da autoria de Jaime Lopes Dias  os canticos do povo a São Macário


Glorioso São Macário,
Bem me podeis ajudar
Pois vim á vossa festa
Para vos ver e adorar.

Glorioso São Macário,
Que dais aos vossos romeiros?
 Água da minha fonte,
Sombra dos meus castanheiros.

Glorioso São Macário,
Que morais no cabecinho
Onde não há outra flor
Senão a do rosmaninho.

 Glorioso São Macário,
Que dais a quem vos vai ver?
Dou água da minha fonte
P’ra quem a queira beber.

domingo, 10 de abril de 2016

Nossa Senhora da Saude no Padrão


Teem lugar tambem este fim de semana as festas em louvor de Nossa Senhora da Saude, na nossa vizinha  aldeia do Padrão,
que tão belas recordações me traz, como por exemplo quando a Banda de Bogas vinha abrilhantar esta romaria onde  eu me integrava, Depois e  ainda os amigos que por lá grangeei e os clientes que tive  nos meus tempos de caixeiro viajante
o

No terreiro desta capela diverti me com familiares e amigos em dias de festa e quando integrado na banda de Bogas de Baixo actuavamos na  arruada,  na procissão e no coreto
No final do dia a comissão da festa oferecia nos uma duzia de foguetes e quando chegavamos a Bogas eram estoirados á Portela iniciando de seguida a nossa tradicional arruada a assinalar mais um regresso de uma romaria onde actuámos
muita gente de Bogas e não só se recordarão certamente
Ouviam se os romeiros percorrendo a pé os caminhos que nos levavam até ao Padrão, numa alegre caminhada cantorolando as musicas tradicionais á nossa Senhora da Saude


Os  devotos a Santinha, bem guardada na capela, atravessam muitos deles vales e planícies para lá chegar. Garrafão e merenda ao ombro ou a cabeça lá vai toda a família, comer sentados por ali no campo, e dançar a tarde toda. Em romaria saiam de casa, e para casa voltam em romaria, Onde vais?  repondia com alegria...Vou prá festa!!! Donde vens? a resposta era mais triste ..Venho da Festa….


Este ano o tempo não está  a ajudar porque chove em toda  a Beira Baixa embora haja sinais que melhore durante a tarde
E então os Romeiros poderão dar azo á sua alegria  vendo e ouvindo o grande Quim Barreiros cuja presença e  actuação está agendada para este serão

terça-feira, 5 de abril de 2016

Nossa Senhora de Mércoles e Nossa Senhora do Almortão

No próximo  fim de semana 10, 11, 12 de Abril realizam se duas das maiores romarias do distrito de Castelo Branco, sendo que Nossa Senhora de Mércoles realiza se em Castelo Branco enquanto nossa Senhora do Almortão se  realiza em Idanha a Nova



O dia da Festa Religiosa de  Nossa Senhora de Mércoles é  dia 10 terminando no dia 12 terça feira feriado  municipal para  a romaria ao feijão frade que vai ser devorado com fartura no terreiro da festa
Esta é a  principal festa da cidade de Castelo Branco e  a sua Ermida situa se  a mais ou menos 5 Kms  de distancia



è com algumas fotos de anteriores festejos  que  ilustramos  esta mensagem

Estas festas  conjugam os ritmos das romarias portuguesas com os das novas formas de lazer e diversão. pois  aqui aparece todo o tipo de barracas de venda dos produtos mais variados Mas o essencial da Festa centra-se na Senhora, Mãe de Deus, invocada aqui como Nossa Senhora de Mércoles e albergada na antiquíssima Ermida com o mesmo nome.


Uma visão colossal captada do ar sobre o terreiro de Nossa Senhora de Mércoles onde podemos comprovar realmente a afluencia de milhares de romeiros e peregrinos a esta grandiosa festa
Uma tradição popular que se perpétua, igual a muitas outras que ocorrem pelo país, de um povo que mantém de mãos dadas o fervor da sua fé e a esperança de melhores dias, que teimam em não vir.

NOSSA SENHORA DO ALMORTÃO


A Ermida de Nossa Senhora do Almortão situa-se nos campos de Idanha-a-Nova, tem um estilo simples e harmonioso. Em 1229 D. Sancho II, no foral dado a Idanha-a-Velha mencionava a Santcam Mariam Almortam, quando demarcava os limites da Egitania.



A capela-mór e o altar são revestidos de azulejos do sec. XVIII. O alpendre é formado por três arcos de granito. Esta capela foi construída porque, como diz a lenda, um dia de madrugada uns pastores atravessavam o campo pelo sítio "Agua Murta" e notaram que havia algo de estranho por traz das murteiras grandes.



Aproximaram-se e viram uma linda imagem da Virgem. Ficaram parados de joelhos a rezar, mas depois resolveram levar a imagem para a Igreja de Monsanto. Mas ela desapareceu e foi encontrada outra vez no mesmo lugar da aparição no murtão. Respeitando a vontade da Senhora, os habitantes da vila construíram a capela



A procissão em honra de Nossa Senhora do Almortão atrai todos os anos milhares de visitantes a Idanha-a-Nova. Depois da missa, os mordomos transportam o andor com a imagem da santa ao som de adufes e cantigas tradicionais


Após as cerimónias segue-se o almoço, convívio entre famílias e amigos. Então o povo canta as várias quadras á Senhora entre elas estas que dizem os historiadores que traduzia o sentimento das pessoas em serem libertadas do domínio dos espanhóis.

Senhora do Almortão
ó minha linda raiana
virai costas a Castela
não queirais ser castelhana

Senhora do Almortão
a vossa capela cheira
cheira a cravos, cheira a rosas
cheira a flor de laranjeira

senhora do Almortão
eu pró ano não prometo
que me morreu o amor
ando vestida de preto

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Festa em honra de Nossa Senhora do Fastio

Acabámos de atravessar o periodo da Quaresma culminando com a celebração da Páscoa  que traduz a ressurreição de Jesus ocorrida três dias depois da sua crucificação no Calvário,
É isto que nos ensina o Novo Testamento

É a partir da Páscoa que começam a celebrar se as principais festas e romarias em Portugal e muito especialmente no nosso concelho Fundão

NOSSA SENHORA DO INCENSO --- PENAMACOR

 A Romaria de Nossa  Senhora do Incenso realiza-se  logo na Segunda Feira de Páscoa. O santuário localiza-se a cerca de 2 km da vila de Penamacor, a poente, junto à estrada Fundão/Covilhã.


NOSSA SENHORA DO FASTIO E NOSSA SENHORA DO BOM PARTO

O padroeiro da aldeia de Enxames, concelho do Fundão, é São João Baptista. Contudo a celebração religiosa mais relevante é em honra a Nossa Senhora do Fastio, sendo a sua celebração efectuada no Domingo seguinte à Páscoa. que este ano tem lugar neste fim de semana 2, 3 e 4 de Abril


O título Nossa Senhora do Fastio, soa para nós como nome muito estranho! Esta invocação, no entanto, consta em várias obras, tais como:

A grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira

Nossa Senhora na Arquidiocese de Braga

Portugal Antigo e Moderno

Em cada ano, realizam-se estas tradicionais festas em honra da Nossa Senhora do Fastio.  no lugar denominado Enxames. Tem capela própria, guardiã das mais tradicionais festas da Região.
Em Lisboa, no Museu Etnológico dedicado a estudos da cultura de povos naturais, encontra-se uma estampa da Nossa Senhora do Fastio. Desconhecemos a origem dessa invocação mas diz-se que teria sido criado por pessoas aborrecidas ou desgostosas com os acontecimentos que lhe diziam respeito.
Mas podemos sempre consultar Memória Portuguesa

Imagens recolhidas no Google  cujos autores desconheço mas  espero que tenham em consideração que este Blogue tem apenas a função de  divulgar as nossas raizes  , usos , tradições e  as suas gentes



Na nossa próxima postagem, vamos referir e relembrar as Festas  de Nossa Senhora do Bom Sucesso entre Penamacor e  a fronteira com  Espanha  e também sobre a festa e Romaria  de Nossa Senhora da Póvoa