quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

FELIZ 2009

Recados do Orkut



Desejo para todo mundo em especial para todos os boguenses um Novo Ano especial. 2009 pode ser um ano especial, muito bom mesmo, se olharmos para as nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso.

Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos entender o pnosso próximo.
2009 pode ser o máximo, maravilhoso, lindo, espetacular… ou… Pode ser puro orgulho!
Depende de mim e de si!

Pode ser.

E que seja!!!

Feliz ano novo!!!

Que a passagem do ano não seja somente uma data, mas um momento para repensarmos tudo o que fizemos e que desejamos, afinal sonhos e desejos podem tornar se realidade se fizermos força para acreditarmos neles!”
Um abraço a todos

Luis Antunes

Ofereço vos a oportunidade de verem algumas fotos sugestivas do povo portugues
Lourdes Filipe Martinho disse...
Um 2009 cheio de saúde e paz para todos os habitantes de Bogas de Baixo e em especial para o autor do blog, que tanto faz para divulgar a sua terra.
Um abraço para todos,
Lourdes

Teresa Catarino disse...
Queridos amigos de bogas, que o calor do madeiro a arder no Natal venha aquecê-los em todos os dias do novo ano e com ele as esperanças sejam renovadas no coração de cada um.Um grande 2009

Um feliz Ano Novo 2009 e muita saùde para todos e muito dinheiro...
Elsa

angel disse...
Que todos os seus sonhos possam se tornar realidade, principalmente aqueles que dizem respeito à melhoria de vida da humanidade. Feliz 2009. Abraço
Angela

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Madeiro ardeu em Bogas

Com a colaboração do Orlando Santos que fez o favor de captar estas imagens para nós, quero mostrar a todos os Boguenses e visitantes do Blog, que em Bogas de Baixo continua a manter se a tradição do madeiro a arder no largo frontal á Igreja



Aqui podemos verificar que a malta jovem da nossa terra teve algum trabalho para reunir todas estas cepas para que a fogueira viesse a arder com alguma força como a s imagens a seguir documentam


Durante a noite de natal muito publico passou para sentir como o calor da fogueira sabe bem é gostoso numa noite tão fria
E a malta divertiu se á brava
Com o braseiro da fogueira partiram para as febras grelhadas

Mais tarde numa adega qualquer festejaram com muita alegria mais um natal em Bogas de Baixo

Que este ano se viu rodeada d e Neve por todos os lados. As imagens que o Orlando captou com a sua objectiva não nos deixam margem para duvidas

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

feliz natal

feliz natal a todos os boguenses

fernando disse...
olà sr. ronaldinho para comentar a sua fraze de feliz natal neste periodo de festas acho que està de férias por isso podia acrescentar um pouco mais porque sei que tem vocaçao para faze-lo

O MADEIRO A ARDER

Na noite de Natal e tradição especialmente na Beira Baixa a rapaziada mais jovem deslocarem se com qualquer meio de transporte disponivel (lembro me que antigamente levavamos um carro de bois)aos campos e á serra procurar grandes madeiros e cepas para fazer a fogueira de natal que em Bogas era sempre no adro da igreja á semelhança do ano passado
ainda nã tenho imagens da fogueira da nossa terra mas espero que alguem me forneça algumas fotos para que todos as possamos ver aqui expostas
entretanto em aldeias nossas vizinhas como por exemplo em S Jorge da Beira, foi assim:


Sobre Bogas estive a recordar algumas passagens de natal com o Zé Mota e com a Elsa
O Zé perguntava se eu tinha passado o natal em Bogas e eu respondi: prefiro ir fora dos dias de festas
logo la vou qualquer dia
aqui no Algarve faz sol mas fica com nuvens de vez enquando
mas o natal é muito diferente do nosso la na aldeia
e diz o Zé:
isso acredito eu
quando iamos buscar as cepas com o carro dos bois faziamos la uma fogueira que durava até aos reis, até os vidros da igreja rebentavam
Luis
tenho me lembrado bastante dessas noitadas
José
e aquelas chouriças e frangos la assados toda a noite
Luis
Estou a recordar e a escrever qualquer coisa sobre isso aqui no blogue
José
eu ja vi
Luis
ja tenho muitas fotos de fogueiras de outras aldeias nossas vizinhas mas de Bogas nada!!!!!!


Olá Elsa tens estado a ler estas coisas sobre o natal?
Elsa diz:
Simm, em Bogas, e em outras aldeias, ainda se convive com as pessoas, canta-se cantigas do Natal, prova-se o vinho nas adegas, come-se uma filhó..
por aqui é uma tristeza
Luis
passaste muitos natais em Bogas?
Elsa:
Sim alguns
Luis Eu nem tantos, mas lembro me de ter ajudado muitas vezes a ir aos madeiros com um carro de bois para fazermos a fogueira
Elsa!!! diz:
isso, jà là vai longe! eu jà là fui mais o meu marido e rapaziada de Bogas mas com um tractor!

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Mensagens de Natal


imagem tirada da net

O ESPÍRITO DO NATAL

Deixa me ver se o espírito do Natal já está na tua casa.
Não, não quero ver a árvore iluminada na sala nem quero saber quanto já gastaste em presentes, quero sim, sentir no ambiente a mensagem viva do aniversariante desse Dezembro mágico.
Toda a família está unida?
Já perdoaram todas as desavenças antigas?
Não quero ver a tua despensa cheia, quero saber é se conseguiste doar alguma coisa do que te sobra, para quem tem tão pouco, e ás vezes nada.
Quero ver ai dentro de ti a preocupação com aqueles que não teem natal
Quero ver a gentileza de ofereceres o teu banco para o mais idoso, e paciência com os doentes.
Na mão que apóia o deficiente visual na travessia das ruas, no ombro amigo que se oferece para quem anda meio triste, perdido.
Quero ver o espírito de Natal a invadir as ruas, respeitar os animais, a natureza que implora por cuidados tão simples, como não jogar o papel no chão, nem o lixo nos rios.
Não quero ver o Natal nas vitrines enfeitadas, no convite ao consumo, mas no enfeite que a bondade faz no rosto das pessoas generosas.
Por fim, mostra-me que o espírito do Natal entrou definitivamente em tua vida, através do abraço fraterno, da oração sentida, do prazer de andar sem drogas e sem bebidas.
Do riso franco, do desejo sincero de ser feliz e de tão feliz, não resistir ao desejo de fazer outras pessoas, também felizes.
Deixa o Natal invadir a tua alma, entre os perfumes da cozinha que se vai encher de comidas deliciosas, no cheiro da roupa nova que todos vão exibir.
Junta te à tua família e façam alguns minutos de silêncio, que será como uma oração.que vai subir aos céus, e retornar com um presente eterno, duradouro:
O suave perfume do Senhor, perfume de paz, amor, harmonia e a eterna esperança de que um dia.
Todos os dias serão como os dias de Natal.
FELIZ NATAL E UM 2009 COM MUITAS COISAS BOAS,
Um Abraço do Amigo
Luis Antunes



NATAL NASCIMENTO DO SENHOR
NASCEU PARA SALVAR O MUNDO.
ELE AMOU-NOS COM AMOR.
COM O SEU AMOR PROFUNDO.

JESUS NASCEU NA POBREZA.
NA CABANA TAO ADORADA.
SERA NOSSA VIDA CONCERTEZA.
VIDA ESSA TAO DOURADA...

NOITE TAO LINDA TAO FRIA.
NOITE SINGELATAO BRANCA
SERA A NOITE DE ALEGRIA...
NOSSA VONTADE SERA FRANÇA..


LINDA FESTA DE NATAL A TODOS

Fernando


VOTOS DO GOULINHO

Nesta epoca natalicia envio votos de um santo natal junto de touda a familia para o amigo Luis pois estou na minha terra na apanha da azeitona o frio é de mais a neve não nos deixa mas é linda.

Um abração
Antonio Assunção -- Voz do Goulinho

Meu caro amigo e senhor António Assunção
é sempre com especial agrado que leio os seus comentarios neste Blog
fico lhe muito agradecido e faço votos para a nossa amizade ainda que
virtual neste momento continue a consolidar se
Retribuo os desejos de um Bom Natal para si e sua familia em especial e para todo o povo do Goulinho em geral
VOTOS DE UM FELIZ NATAL PARA TODOS
Luis Antunes

XXXXXXXXXXXXXXX
Desejo a todos os boguenses
um feliz natal e um prospero
ano novo,com muita saude,paz e
muito amor...
beijos
Cristina Simao

Boas Festas
Desejamos à todos os boguenses um Natal feliz e uma boa passagem de ano !!! Saùde, paz, amor e muito dinheiro !!!!
beijinhos Elsa, Anibal, Vanda e Eva


NATAL



Vem em cada ano e virá para sempre. E com o Natal vêm as recordações e os costumes. Essas recordações cotidianas humildes aos que todas as mães nos agarramos. Como a Virgem María, nos rincões secretos de seu coração.



O Natal! A própria palavra enche nossos corações de alegria. Não importa quanto temamos as pressas, as listas de presentes natalinos e as felicitações que nos fiquem por fazer. Quando chegue no dia de Natal, vem-nos o mesmo calor que sentíamos
quando éramos meninos, o mesmo calor que envolve nosso coração e nosso lar.

Lourdes Filipe Martinho disse...
Ao amigo Luís, que periodicamente visita o meu blog, a todos os habitantes e naturais da simpática povoação de Bogas de Baixo, desejo um Santo e Feliz Natal. Desejo também que essa felicidade se prolongue por todo o ano de 2009. Muita saúde e paz para todos.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

NATAL LONGE DE BOGAS

Estamos quase a chegar ás festas do Natal e Ano Novo
e ja se sabe que nestas alturas os filhos de Bogas de Baixo,
sempre pensam mais na terra que os viu nascer, pois é natural que,
familias como a minha que se casaram por esse estrangeiro fora,
percam uu bocado das lembranças das belas terras onde Deus lhes deu a luz do dia
e é por essa razÃo que cada vez que tenho oportunidade de ir a Bogas de Baixo
vou sempre para ter umas lembranças vivas da minha terra no coração
Aqueles tempos em que no dia 24 de dezembro era o dia mais bonito do ano
pois porque ainda crianças era aquele o dia em que o menino jesus nos fazia sonhar
só com coisas bonitas e ao acordar ir correr á chaminé para la encontrar
esses sapatinhos que tanto precisavamos cheios de coisas embrulhadas
e entao que prazer ao tirar esses embrulhos encontravamos uns pais natal
ou uns animais de chocolate umas filhoses feitas pela nossa maezinha ou avozinha
na noite de natal enquanto nós crianças dormiamos

Que belos tempos esses em que davamos tanta importancia a essas pequenas ofertas
hoje isto esta tudo perdido e esquecido
pois ja não é preciso esperar pelo natal porque aos ofertas aos nossos filhos e netos, dão se todos os dias e a qualquer momento

Onde estao os presepios articulados que conheci na minha infancia?
onde esta o prazer de acordar na manha do 25 feliz como se fosse rico?
onde esta essa amizade entre a vizinhança que se ajudavam para preparar a festa?

ponho me a crer que certas coisas ainda existem
talvez em Bogas de Baixo

FELIZ NATAL A TODOS
PASSEM UMAS BOAS FESTAS CHEIAS DE ALEGRIA
SAO OS VOTOS QUE LHES MANDO DESDE FRANCA



pedro godinho ANTUNES


REVIVER O NATAL
Agora que estamos a entrar na época natalicia, é boa ocasião para debater o tema: O cenário repete-se todos os anos. Entramos em qualquer loja ou hipermercado o que significa ser atropelado por inúmeras figuras de Natal, pinheiros de todos os tipos,e brinquedos..brinquedos...brinquedos..tudo o que normalmente se consome nos natais
Detalhes montados para nos fazer entender o espirito natalicio, ou seja, a necessidade de comprar, comprar e comprar...
mas será este o verdadeiro "Espirito de Natal"? em que só nesta data ficamos mais alegres, lembramo-nos dos amigos e parentes esquecidos pelo tempo, trocamos mensagens de esperança? Será que só existem amigos no Natal? Concerteza que não..Os nossos amigos os nossos parentes devem ser lembrados nesta época e sempre.
Depois existem as crianças a quem oferecemos todo o tipo de brinquedos sem que elas sonhem nem deem importancia ao que sentiamos quando recebiamos o que nos davam antigamentenos nossos tempos de infancia.
Para muita gente especialmente em Bogas a tradição mantem se. Muitas familias ainda se "esforçam" por manter a tradição e na noite de Natal lá estão todos juntos e agora em maior quantidade porque antes eram os filhos e agora já são tambem os netos. Os lugares á mesa de natal vão aumentando com o melhor do mundo que são os netos e todas as crianças.
Eu e os meus irmãos quando eramos pequenotes só abríamos os presentes na manhã de Natal e era aquela ansiedade por acordar e verificar o que o Pai Natal tinha deixado...depois de descer pela chaminé e do esforço que tinha feito para não se queimar :.sim porque a lareira ficava acesa para aquecer o Menino Jesus era isso que dizia a minha Avó
Que saudades desses tempos... mas hoje em dia os meus netos já não ficam tão entusiasmados com os presentes porque para eles é apenas mais um igual aos que vão recebendo durante todo o ano. Abrem uma prenda que normalmente era a que esperavam e depois o resto abrem sem muito interesse.Isto faz me sentir saudades da minha infância em que tudo tinha outro sentido..
Hoje em dia as crianças teem o previlégio de poder ter quase tudo
Mas depois há o reverso da medalha
Ha milhares de crianças que morrem por não terem comida nem abrigo
Será que tambem nesta altura paramos um pouco para pensar nelas e tentar ajudar? Neste natal podemos no minimo fazer uma forcinha para que tambem essas crianças sintam que é Natal, que o Natal existe
UM ABRAÇO
Luantes

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

1º DE DEZEMBRO EM BOGAS

No ultimo fim de semana alargado, devido ao feriado do 1º de Dezembro, muita gente que vive longe das suas aldeias aproveitaram para fazer uma visitinha.
Foi o que fiz, aproveitei este facto para ir á minha terra

Ao começar a sentir os ares de Bogas comecei tambem a notar o frio que se faz sentir em Portugal mas especialmente nas zonas montanhosas cobertas de neve como as imagens documentam.


Bem perto da nossa aldeia a neve caiu com bastante força
Ao chegar á ponte deparei com a placa de sinalização da ribeira arrancada e tambem com o sinal de proibição de ultrapassar sobre a ponte no fundo das aguas da ribeira
Acho que estas coisas deveriam estar no seu lugar


Nesta altura é tempo da colheita da azeitona e em Bogas muita gente andava a fazer essa tarefa
Pelos vistos este ano até não produziu muito mal, mas alguma vai ficar por apanhar por falta de mão de obra
Até as uvas muitas terão ficadoa apodrecer nas videiras
e isto porque a maioria da população residente em Bogas estão ja numa idade bastante avançada, não podendo acudir a tudo

Mesmo assim é olhar para o ti Zé Agostinho que mesmo tendo ultrapassado a barreira dos oitenta, aqui anda na azafama de colher as suas oliveiras e como ele quase todos os restantes o terão feito na medida das suas possibilidades

É bom mesmo assim saber que a nossa gente não desarma e da nos sempre um prazer enorme de ver hortas repletas de lindas couves portuguesas e outros legumes
e podermos tambem calcorrear as ruas da nossa aldeia sempre muito limpas
Aqui vos deixo um emaranhado de recordações que captei com a minha objectiva


quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Centro de Dia para Idosos


Nesta minha visita que fiz á nossa terra, passei parte do meu tempo a conversar com os utentes do Centro de Dia para os Idosos
E fiquei deslumbrado pela alegria e boa disposição que reina no seio daquele Centro


Os presentes na altura eram apenas a Dona Emilia de Admoço com o seu irmão Adelino
As irmãs Dona Anunciação Cruz e Dona Emilia Godinho

A dona Narcisa e a Dona Maria josé Barata


Estava a chegar tambem a Maria Nunes mais conhecida pela Maria do Oldeiro
irmã do Adelino Nunes que com a esposa Glória frequentam tambem este Centro mas que neste momento s e encontram em França a passar uns dias com os filhos

Estive tambem com o Sr Joaquim Tomas e sua esposa Dona Maria da Soledade alem de mais um ou dois que agora não recordo o nome, os mesmos que me perdoem
Toda aquela gente ficou ainda mais alegre quando entra a animadora a quem eles chamam de professora de ginastica
E foi bom ver como aquela jovem começou a sua aula de ginastica ritmica ao som de musica portuguesa e toda esta juventude da terceira idade se movimentava ao ritmo da musica
Gostei de ver
Para alem disso fazem se aqui coisas muito giras e imaginativas e houve um trabalho da Dona Maria José Barata que não posso deixar de mostrar a todos vós

Ainda há gente idosa que sabe fazer coisas lindas
parabéns ao pessoal que tanto teem feito para a boa disposição que sentimos ao passar da porta de entrada deste Centro

terça-feira, 25 de novembro de 2008

continuando a nossa conversa


a primavera era linda com os ninhos e as flores, mas acabou e agora é Outono
antonio
não tarda estamos no inverno, tempo de chuva e frio
Luis
lembras te daquelas fontes completamente geladas? só gelo?
os ribeiros ficavam congelados
antonio
ai ai ali onde esta a casa do Artur Fatelo havia la um lago sempre gelado
Luis
se fosses aquelas hortas todas era o que se via em todo o lado
mas era um tempo saudavel
antonio
e eram boas aquelas couves do Inverno
Luis
ainda hoje são
a couve portuguesa produzida la para as nossas bandas é uma maravilha
eu costumo mandar vir as couves para o natal la dos lados do Fundão ou Castelo Branco
antonio
as de bogas ainda sao naturais,só que ja ha poucas
Luis
ninguem quer cultiva las
Luis diz:
sabes que eu quando me desloco á terra passo sempre um dia no Ingarnal terra do meu pai
e vejo que esta tudo muito mas mesmo muito abandonado
Luis
já não estão la o Manuel Antunes,o António Santos,o Manuel Abilio o Antonio Tomaz etc etc
só para enumerar alguns que trabalhavam bem as suas terras

antonio
e muitos outros, o Ingarnal e mais ao menos como bogas ?
Luis
O Ingarnal é ainda uma aldeia mais pequena que a LADEIRA
mas tem umas vistas lindas e gente maravilhosa
antonio
nao conheço
Luis
é perto da Almaceda
mas a pé podemos ir de bogas á ladeira e subir ao cabeço sobreiro e encontramos encontramos o ingarnal la no alto da serra
antonio
por ali ja é mais mimoso que em bogas
Luis
não me parece é muito agreste e tambem todo a gente jovem debandou para outros lugares como acontece em Bogas
antonio
olha que na Almaceda ja se davam as laranjeiras mas em Bogas não
Luis
se calhar em bogas tambem se dariam se alguem as plantasse e tratasse
mas eu ja vi laranjeiras la em Bogas já não me lembro onde
antonio
mesmo o Maxial produzia melhor que Bogas
Luis
na Ladeira ha boas laranjas já as comi lá e pareciam algarvias
António
em Bogas não ha dessa fruta
Luis
mas ha por la boa fruta, ou havia.....
Luis
no nosso tempo até as raparigas eram muitas e boas
antonio
ah ah mas de que maneira. e eu não sei? agora há poucas talvez mas sempre boas
Luis
poucas certamente na aldeia mas muitas espalhadas por esse mundo fora
que não estando la não deixam de ser de Bogas
Luis
ja leste a conversa que tive com o Zé?
antonio
ja vi ontem estao mesmo boas as fotos
Luis
foi ele que as tirou pelos santos
a quinta do Fojo dos meuis tios parece que ja nem existe
é aquilo que resta, mas ja passei la bons bocados,adorava aquela uva morangueira que subia pelas salgueiras acima
antonio
é uma pena para para quem ja la Habitou
Luis
gostava de ir lá ás debulhas, mas isso foi ha muito tempo, ja quase nem conheço as minhas primas
a minha tia ainda a vi ha pouco tempo
antonio
e o tempo passou,, e onde mora?
Luis
deixou o Fojo ha alguns anos, depois do meu tio morrer e foi morar para o Urgeiro
passa os dias entre bogas no lar de convivio e o Urgeiro
antonio diz:
o meu irmao Arlindo falou me que ha pouco tempo tinha visto O zé ferreiro
Luis
ah sim anda rijo ainda se mexe bem, até cultiva algumas terras á ponte e na regadia
quanto ao resto acho que é só apanhar as uvas ou a azeitona no resto da fazenda
Luis
quando vou a Bogas é a casa dele que vou:,é praticamente o unico familiar directo que tenho lá
o resto já não nos conhecem, mas tenho la bons amigos ,mais que familiares
o que me faz ir a Bogas neste momento são as saudades da terra que me viu nascer e os amigos
antonio
eu em bogas esta o Antonio Mendes o filho da ti Delfina e a Maria do Céu
Luis
a tia Delfina era a mae da Iria? que morava na casa da esquina perto do forno?
antonio:
isso mesmo á beira do forno
Luis
a Iria estive a falar com ela em agosto pela festa
antonio
ha anos que não a vejo
Luis
e o forno que ainda existe ali por traz da casa da ti ana roque nas oliveiras era d e quem?
antonio
era do chico capador

domingo, 16 de novembro de 2008

Uma amena conversa com o meu amigo Zé

José
boa noite Luis,,tudo ok?
Luis
oi José ta tudo e por aí?
José
tudo numa boa então as novidades quais são?
Luis
Obrigado pelas fotos que me enviaste e tambem por aquelas que fui ver na tua pagina
e copiei algumas
José
ha por la lindas paisagens e vegetaçoes de lindas cores neste tempo
Luis
não tenhas duvidas
reconheci realmente a quinta do Fojo mas numa decadencia total


José
esta tudo abandonado
Luis
quem conheceu aquilo como eu,! bem cultivado pelos meus tios fruta d e toda
a espécie hortas bem amanhadas, aquelas casas ainda direitinhas, aquelas parreiras
d e morangueiro a serpentear pelas salgueiras á beira da ribeira
lindos bocados d e milho etc etc e quem vê aquilo hoje sente saudades
José
realmente

Luis
adorei esta foto da foz da ribeira de Bogas,o Linteiro em frente ao fojo
perto existia um lagar que em tempos passados moeu muita azeitona produzindo magnifico azeite
José
é lindo
Luis
lembras te? se calhar já não
José
sim, a minha irmã andou la a aprender costura com a tua prima a Olivia, e eu as vezes ia la
Luis
a Lourdes eu vi ha relativamente pouco tempo, Mas a minha prima Olivia ja quase nem me lembro dela
casou com o José do Urgeiro
José
ja la vao longos anos que nao vejo tal gente
Luis
acho que a ultima vez que a vi foi no casamento da irmã a Lourdes
esse dia la no Fojo o meu filho caiu e partiu uma perna que ainda foi o teu avô Tomaz a
fazer lhe o primeiro curativo encanando lhe a perna até chegar ao Fundão ao hospital

José
a Lourdes casou com o Antonio do Linteiro
Luis
´ esses eu ja vi ha um ou dois anos, até porque a Lourdes ja mora em Castelo Branco
Luis
ainda sobre estas fotos que eu adorei diz me uma coisa
eu sei que á volta da nossa aldeia existem belos ervideiros que carregam de medronhos


mas onde é que conseguiste estes lindos exemplares?
José
foi na quinta dos meus sogros em oleiros, la é uma maravilha para isso
Luis
ah muito bem, e as laranjas tambem são de la então
parece me haver lindas casas de xisto la pela zona
fica na encosta quando saimos em direção á Madeirã? ou para os lados da antiga fabrica de resina?

José
é antes de chegar ao Casal Novo onde era a antiga fabrica da resina e na estrada da madeirã também
Luis
e esta foto que tiraste a Bogas foi do Vale da Candeia?
está captada de um anglo que faz ver a aldeia na sua plenitude
José
algumas foi do campo de futebol, bom aquilo é mais um bocado de terreno acente, porque esta tudo abandonado


Luis
se seguires pela vertente do cabeço, vais sair á casa da Gloria ou mesmo do teu tio Joaquim e do Pantaleão
José
sim sim conheço isso de cor e salteado
ainda faltam algumas fotos que nao meti ainda por motivo dos problemas que tive com o computador,
mas em calhando ja meto, mas sao de oleiros
Luis
então e de Bogas que me contas??
como ja ias la ha algum tempo que encontraste de novo?
José
nao tenho nada que contar, nao vi ninguem so a minha prima Maria Lucilda que estava no cemitério,
a nao ser que Bogas mudou bastante depois de tres anos que la nao ia, mas as coisas que para
mim tinham grandes recordações ja nao existem praticamente, como por exemplo o poço caldeireiro
e outros lugares da nossa juventude esta tudo deserto e abandonado, hoje a malta além de ser pouca não se interessa
Luis
é normal que haja pouco interesse porque os hábitos antigos vão se perdendo
José
se no nosso tempo tivessemos as condiçoes que la ha hoje eramos uns felizardos
Luis
e quando a malta regressa por alguns dias a Bogas em tempo de férias praticamente só pernoitam lá
porque os dias são passados por outros locais
José
é mesmo, na nossa altura não havia meios de transporte e tinhamos que ficar na terra, coisa que também não era mau
Luis
Bogas até pode ter alguma agitação isso nós não podemos assegurar ou desmentir porque moramos lá
mas tambem ninguem nos faz ver o contrario
quase todas as mensagens e comentarios que tenho recebido são de um sentimento de saudade
de a gora nada sabemos
algumas pessoas que nos poderiam contar, fecham se em copas que é como quem diz nada querem enviar ca para fora
Mas para que se veja que isso não é totalmente verdade aqui vão lindas imagens que tu vais ver ou melhor rever porque estas fotos são tuas
Vamos partilha las com todos os visitantes e leitores do Blogue



José
eu digo muita vez e falo muita vez aos meus filhos assim como a pessoas de fora( e tenho muito orgulho) da vida que tive
em Bogas apesar de ser pobrezinha era sã, e que grandes saudades dessa época onde não havia problémas em afrontar
a evolução do tempo e que toda a gente se ajudava, onde hoje é so cada um par si cheio de égoismo
eu acho que as pessoas que la vivem devem ser felizes a maneira deles porque nunca conheceram outra coisa,
e alem disso la é um sossego, mas não ha nada para passar bons momentos
eu acho que as pessoas que la estão devem ser felizes a maneira deles porque nunca conheceram outra coisa,
e alem disso la é um sossego, mas não ha la nada para passar bons momentos
Luis
e tu chegaste a consultar o tal jornal o Amigo do Povo?
José
sim vi o site, mas ainda não pedi, mas acho que vou faze-lo, ainda a pouco estive a pensar nisso, gostava muito desse jornalsito
Luis
eu ás vezes vou até lá
José
e vinham la sempre umas charadas muito devertidas
Luis
sempre me inspiro um pouco para recordar velhos tempos
José
estas a ver, ha muita malta de bogas com quem passei toda a minha mocidade e que hoje não tenho quase nenhum contacto,
e contigo que praticamente não no conhecemos aqui nos encontramos com uma grande amizade, tenho imenso prazer


Luis
o prazer é reciproco José, é sempre um prazer conversar contigo
um dia destes voltamos a conversar
xauuu um abraço
José
Xau Luis um abraço e até breve